A febre dos anjos no Brasil

A onda dos anjos também alcançou o Brasil. Como o nosso povo é muito supersticioso, voltado para o misticismo, não é de admirar que também tenha entrado na onda das aparições angelicais.

Como outros assuntos sagrados, a Angelologia teve o seu período de obscurantismo e ignorância no Brasil, mas devido ao crescimento do movimento da Nova Era estão aparecendo muitos livros a respeito, oficinas vendem bonecos representando anjos, e são realizados inúmeros cursos e palestras sobre eles.

No início de 1992, a agência Saldiva & Associados divulgou uma pesquisa realizada com cerca de mil brasileiros de ambos os sexos sobre a credibilidade de diversas instituições e idéias no país. Os resultados mostraram que 93% acreditam em Deus. 91% em anjos, 64% em santos, 43% em gnomos, 17% em fadas, e 73% já tiveram alguma experiência com anjos. Segundo os testemunhos dos entrevistados, os anjos seriam altos, magros, louros, alados e do sexo masculino.

Recentemente foi criado o chamado “Círculo dos Anjos”, um movimento de divulgação e convocação não obrigatória e gratuita, para todos aqueles que estiverem interessados em participar espiritualmente, em sua própria casa, em qualquer horário, gastando pelo menos 10 minutos de tempo para orar e meditar evocando o arcanjo do dia para o “bem da humanidade”.


“Sob o domínio dos anjos”

A revista IstoÉ, n° 1353, de 6 de setembro de 1995, trouxe como matéria de capa o seguinte tema: “Anjos - Não Estamos Sós”. Em 6 páginas inteiras, o artigo “Sob o domínio dos anjos” mostra como o culto a esses seres celestiais tem extrapolado o modismo e arrebatado uma legião de pessoas que acreditam ouvir suas vozes e trabalhar sob sua inspiração. Citamos alguns trechos:

Com um fabuloso poder de sedução, [os anjos] arrebanham um exército de pessoas que pregam, escutam suas vozes, conversam e até invocam o poder de curar através deles. São os interlocutores dos anjos, que garantem falar a sua língua e transmitir o que os chamados mensageiros divinos querem dizer...

A economista paulista Adriana Feres é uma dessas pessoas. Católica de formação, ... [ela] garante que se comunica com esses seres alados há pelo menos 20 anos. Em aramaico. “Nunca tinha ouvido a antiga língua dos hebreus, até que o anjo veio e soprou a vida de uma mulher que encontrei na rua”, conta. “Entendi o que ele me dizia pelas emoções.”... Atualmente, Adriana auxilia pessoas com problemas de saúde, emocionais e familiares. E são muitos os atendidos pelo anjo da economista. Até agora, ela contabiliza mais de 2,5 mil pessoas assistidas...


Livros e mais livros sobre anjos

É incrível a quantidade de livros sobre anjos nas livrarias seculares; hoje há mais de 50 títulos, conforme o Catálogo Brasileiro de Publicações (CBP) da Livraria Nobel. Isso sem contar as editoras alternativas, que não constam das listas do CBP.

No dia 19 de setembro de 1995, a Editora Três lançou a publicação Anjos, tudo que você queria saber. Ao todo são 20 fascículos, de 20 páginas cada um, com todas as informações sobre esses seres. Cada fascículo é acompanhado por uma fita cassete com música da Nova Era e um texto de meditação.


Continuamos citando do artigo “Sob o domínio dos anjos”:

[Em 1992] a empresaria Monica Buonfiglio lançava seu livro Anjos Cabalísticos. Foi um enorme sucesso de vendas. Até hoje, o título figura na lista dos dez mais vendidos na categoria de não ficção e só há quatro meses saiu do primeiro lugar. “Vendo três mil exemplares por dia”, afirma. Tamanho êxito a impulsionou a escrever outros dois livros: A magia dos anjos cabalísticos e Tarot dos anjos. Mesmo sem fazer parte da turma que diz ver ou ouvir seres celestiais, a empresária parece abençoada por eles. Sua empresa, a Oficina Cultural Esotérica, tomou impulso jamais imaginado e agora conta 12 franquias espalhadas pelo Pais. (IstoÉ, 6/9/95)


Paulo Coelho e os anjos

No livro As Valkírias de Paulo Coelho, publicado em 1992, o autor conta que, em 1988, ele e sua mulher passaram 40 dias no deserto do Mojave, no sudeste dos Estados Unidos, em busca do seu anjo da guarda. O autor narra a experiência de conversar com um jovem mago, Took, que lhe dá conselhos diversos e ambíguos sobre anjos e também advertências práticas sobre como evitar os perigos do deserto. Eles encontram as “Valkírias”, um bando de oito mulheres que vive no deserto do Mojave em motocicletas, sempre vestidas de couro preto. Eles viajam pela região com as motoqueiras, que lhes ensinam a maneira secreta de encontrar o anjo da guarda. Tal “encontro” não passa de mais uma das visões fantásticas de Paulo Coelho com anjos caídos.


Anjos e Ovnis

No que se refere à relação entre anjos e Ovnis, convém mencionar o depoimento de Marta Anderson, ex-miss Espírito Santo e ex-atriz da TV Globo, que relata a experiência de ter viajado numa nave espacial que, segundo sua descrição, seria a Nova Jerusalém que vai resgatar todos os salvos. Ela diz na página 20 do seu depoimento:

Estava hospedada na residência de alguns irmãos crentes, estudando a Bíblia em meu quarto, e, praticamente como se entrando em outra realidade, vi-me dentro de um colossal engenho, singrando pelo universo. De pé naquela suntuosidade, vi, à minha frente, um corredor reto e comprido, que ao final dobrava-se num ângulo reto, indicando que, portanto, o local era quadrado. À esquerda, a lateral era algo como vidro transparente, de onde se podia ver o céu. Parecia-me muito maior do que as outras vezes. Às minhas costas estava um ser ou anjo, como um rapaz, porém maior, do que os humanos normais. Tinha cabelos louros anelados e roupa como um vestido longo, franzido nos ombros e mangas de cor azul. Estava próximo de mim como um guarda. Toda parede, à direita, e o teto eram como de metal fosco prateado. Sei que havia andares, talvez centenas, à direita havia portas, como de elevadores muito modernos, em toda a extensão. Senti o ímpeto de entrar pela porta que estava ao nosso lado, pois sei que havia uma cabine em cada uma. A ordem que vinha à minha mente era para entrar e trocar a roupa. Enquanto me voltava em direção à porta mais próxima, o tal anjo guardião falou-me por trás: “Agora volte e escreva!”

No meu entender, fui levada ao futuro, assim como João no Apocalipse, só que fui para viver apenas uma cena. Penso que era a cidade da Nova Jerusalém.

A descrição de tais experiências pode parecer bonita e muito impressionante, mas há inúmeras razões para se concluir que os “Anjos-tripulantes” de Ovnis são, na verdade, demônios disfarçados.


Os anjos e sua influência na igreja brasileira

O livro Este Mundo Tenebroso, apesar de o autor afirmar claramente que todo o seu conteúdo não passa de ficção, tem despertado dentro das igrejas um interesse muito grande por seres angelicais, a ponto de pessoas nas igrejas estarem invocando os anjos mencionados no livro para socorrê-las.

A Bíblia já nos adverte com relação a essa paranóia angelical: “Mas, ainda que nós, ou mesmo um anjo vindo do céu vos pregue evangélico que vá além do que vos temos pregado, seja anátema. Assim como já dissemos, e agora repito, se alguém vos prega evangelho que vá além daquele que recebestes, seja anátema” (Gl 1.8-9). É exatamente isso que temos visto hoje no Brasil, pessoas dando crédito a um outro evangelho revelado por experiências angelicais.

Realmente a crença nos anjos populares tomou conta do Brasil em muitos níveis e segmentos da sociedade, mas o apóstolo Paulo não deixa nenhuma dúvida de que tais entidades são demônios: “Ora, o Espírito afirma expressamente que, nos últimos tempos alguns apostatarão da fé, por obedecerem a espíritos enganadores e a ensinos de demônios” (1 Tm 4.1).

Autor: Joaquim de Andrade

Os artigos não expressam necessariamente a opinião da Assembleia de Deus.

<< Voltar >>