CURIOSIDADES

Números

Número Total de livros da Bíblia: 66 livros.

39 no Antigo Testamento, 27 no Novo Testamento.

66, 39 e 27 são todos múltiplos de 3, o número da perfeição.

O Velho Testamento é cerca de três vezes e meia maior do que o Novo Testamento

Os livros de história cobrem metade do Velho Testamento

Os livros de poesia cobrem um quinto do Velho Testamento

O Pentateuco (os primeiros cinco livros escritos por Moisés) é quase do tamanho do  Novo Testamento

Capítulo mais curto da Bíblia: Salmo 117

Capítulo mais longo: Salmo 119

Versículo mais curto (versão Revisada):

N.T. - João 11:35 - Jesus chorou.            A.T. - Êxodo 20:13 - Não matarás.

Versículo mais longo: Ester 8:9

Livro com somente um capítulo: Obadias

Livro com maior número de capítulos: Salmos - têm 150 capítulos

Número de capítulos na Bíblia: 1189

Número de versículos na Bíblia:  31.106 - Edição Revisada

Palavras

Número de vezes que aparece a palavra:

Deus: 4.336 - Revisada (AMTGH)

Senhor: 7.607 - Rev. (AMTGH)

Lúcifer: 0 (nenhuma)

Satanás: 54 - Revisada

Fé: no AT da versão revisada - 5, na revisada (de AMTGH) - 2

Língua

Os Evangelhos ocupam quase a metade do Novo Testamento.

O Velho Testamento foi quase todo escrito em hebraico

O Novo Testamento foi todo escrito em grego.

 

Tema central da Bíblia: A redenção do homem através de Jesus Cristo.

  

Outras Curiosidades

1.    Os escritos antigos não tinham pontuação, parágrafos, capítulos, versículos, divisões, títulos. Eram escritos mais ou menos assim: portantoidefazeidiscipulosdetodasasnacoesbatizandoosemnomedopaiedofilhoedoespiritosanto

2.    É claro que em Hebraico, Aramaico e Grego. Escreviam assim porque o material de escrita era excessivamente caro e raro. Sem espaços, letras maiúsculas ou minúsculas, pontuações ou parágrafos, economizavam mais espaço. Mas isto podia gerar erros de cópia e erros de tradução.

3.    A frase: “Não temais” aparece na Bíblia 366 vezes. Uma para cada dia do ano e uma sobra para o ano bissexto.

4.    A primeira citação da redondeza da terra, foi feita por Galileu [1564-1642]. Todavia bastava os descobridores conhecerem a Bíblia. Isaías 40:22.

5.    A arca de Noé media 134 m de comprimento, 23 m de largura e 14 m de altura. Sua área total nos três pisos era de 9.250 m2 e um volume total de 43.150 m3 aproximada-mente: o que a torna próxima das embarcações atuais. Gênesis 6:15-16.

6.    O movimento ecológico, começou por um alerta de Deus. Êxodo 23:28-29.

7.    Noé passou na arca com sua família e com os animais 375 dias. Gênesis 7:11. 8:13-19.

8.    Davi além de poeta, músico e cantor foi inventor de diversos instrumentos musicais. Amós 6:5.

9.    Davi foi ungido 3 vezes, obtendo uma gloriosa confirmação divina e humana. I Samuel 16:1-13. II Samuel 2:4. I Crônicas 11:1-3.

10. Salomão não era o único sábio, haviam mais 4 sábios. I Reis 4:29-31.

11. O Antigo Testamento apresenta 332 profecias literalmente cumpridas em Cristo.

12. As melhores e “maiores” pregações de Jesus foram feitas por ele assentado. Mateus 5:1-2. Lucas 4:20-21. Lucas 5:3.

13. O nome “cristão” só aparece três vezes na Bíblia. Atos 11:26. Atos 26:28. I Pedro 4:16.

14. Paulo pregou o sermão mais longo descrito na Bíblia - até o romper da alva. Atos 20:7-11.

15. A idéia organizacional é bíblica e foi implantada por Moisés no deserto sob a orientação de um sacerdote. Êxodo 18:13-26.

16. O trânsito pesado e veloz, os cruzamentos, aparecem descritos exatamente como hoje. Naum 2:4.

17. A questão salarial e a responsabilidade trabalhista, são uma preocupação divina há tempos. Tiago 5:4.

18. A mensagem através de “out-door” é uma citação bíblica detalhada. Habacuque 2:2.

19. O nome mais comprido e estranho de toda a Bíblia é: Maersalalhasbaz - filho de Isaías. Isaías 8:3-4.

20. Qual a primeira árvore que aparece na Bíblia? Figueira. Gn 3:7

21. Como se chamava a mulher cuja idade é a única que registra a Bíblia? Sara. Gn 9:20

22. Em que livros não é mencionado nem uma só vez o nome de Deus? No livro de Cantares ou Cântico dos Cânticos - versão Revista e Atualizada. E no livro de Ester - qualquer versão.

23. Em qual livro está escrito que Paulo tinha uma irmã? Em Atos. At 23:16

24. Em que livro cita que Paulo não era casado? Em I Coríntios 7:8 (era viúvo ou solteiro) - mais provavelmente viúvo, porque ele pertencia ao Sinédrio (Supremo Tribunal dos Judeus) Atos 26:10. E ao Sinédrio só era permitido ser membro quem fosse casado.

25. Em qual lugar da Bíblia é citado Satanás pela primeira vez? Em I Crônicas 21:1. Ou Jó 1, se este foi o primeiro livro a ser escrito (anterior até a Gênesis, segundo alguns autores).

26. Qual o capítulo que está na metade do N.T.? O capítulo 8 de Romanos

27. Qual o capítulo onde todos os versículos terminam com a mesma palavra? Salmo 136

28. Quais os 2 salmos praticamente iguais? Os Salmos 14 e 53

29. Quantos cânticos Salomão escreveu? 1005 - I Rs 4:32

sep

30. Quantos provérbios compôs Salomão? 3000 - I Rs 4:32

31. Pedro era casado. Como sabemos disto? Porque Jesus curou a febre de sua Sogra. Mt 8:14-15

32. Dos 4 evangelistas, quais não eram discípulos de Jesus? Marcos e Lucas

33. Qual o único capítulo que termina com 2 pontos (:)? Atos 21

34. O que não falta no muito falar? A transgressão. Provérbios 10:19

35. Quem aprendeu as Sagradas Escrituras desde a infância? Timóteo. II Tm 3:15

36. Quem disse: “Para mim o viver é Cristo, e o morrer é lucro”? Paulo. Fp 1:21

37. Qual foi um dos frutos que o martírio de Estevão produziu? A conversão de Saulo. At 22:20

38. Quem nos ensina que devemos cumprir tudo o que prometemos a Deus? Salomão. Ec 5:4

39. O que devemos dizer quando fazemos planos? Se o Senhor quiser faremos isto ou aquilo. Tg 4:15

40. O que acontece a quem encobre seus pecados? Não Prosperará. Provérbios 28:13

41. O que o crente não pode perder? O primeiro amor ao Senhor. Ap 2:4

42. O que Paulo nos diz sobre o amor ao dinheiro? É a raiz de todos os males. I Tm 6:10

43. O que a Bíblia diz sobre as aflições do justo? Que são muitas, mas o Senhor de todas o livra. Sl 34:19

44. Que escritor bíblico faz referência ao papel e a tinta? João. II João 12

45. Quem disse que nosso trabalho no Senhor não é em vão? Paulo. I Co 15:58

· O nome "Bíblia" vem do grego "Biblos", nome da casca de um papiro do século XI a.C.. Os primeiros a usar a palavra "Bíblia" para designar as Escrituras Sagradas foram os discípulos do Cristo, no século II d.C.;

· Ao comparar as diferentes cópias do texto da Bíblia entre si e com os originais disponíveis, menos de 1% do texto apresentou dúvidas ou variações, portanto, 99% do texto da Bíblia é puro. Vale lembrar que o mesmo método (crítica textual) é usado para avaliar outros documentos históricos, como a Ilíada de Homero, por exemplo;

· É o livro mais vendido do mundo. Estima-se que foram vendidos 11 milhões de exemplares na versão integral, 12 milhões de Novos Testamentos e ainda 400 milhões de brochuras com extratos dos textos originais;

· Foi a primeira obra impressa por Gutenberg, em seu recém inventado prelo manual, que dispensava as cópias manuscritas;

· A divisão em capítulos foi introduzida pelo professor universitário parisiense Stephen Langton, em 1227, que viria a ser eleito bispo de Cantuária pouco tempo depois. A divisão em versículos foi introduzida em 1551, pelo impressor parisiense Robert Stephanus. Ambas as divisões tinham por objetivo facilitar a consulta e as citações bíblicas, e foi aceita por todos, incluindo os judeus;

· Foi escrita e reproduzida em diversos materiais, de acordo com a época e cultura das regiões, utilizando tábuas de barro, peles, papiro e até mesmo cacos de cerâmica;

· Com exceção de alguns textos do livro de Ester e de Daniel, os textos originais do Antigo Testamento foram escritos em hebraico, uma língua da família das línguas semíticas, caracterizada pela predominância de consoantes;

· A palavra "Hebraico" vem de "Hebrom", região de Canaã que foi habitada pelo patriarca Abraão em sua peregrinação, vindo da terra de Ur;

· Os 39 livros que compõem o Antigo Testamento (sem a inclusão dos apócrifos) estavam compilados desde cerca de 400 a.C., sendo aceitos pelo cânon Judaico, e também pelos Protestantes, Católicos Ortodoxos, Igreja Católica Russa, e parte da Igreja Católica tradicional;

A primeira Bíblia em português foi impressa em 1748. A tradução foi feita a partir da Vulgata Latina e iniciou-se com D. Diniz (1279-1325).

Abreviaturas

Em índices e citações bíblicas, é comum o uso de abreviaturas para se referir aos Textos. Um dos formatos convencionados segue o padrão abaixo:
· Os dois pontos (:) separam o capítulo dos versos;
· O hífen (-) indica uma faixa contínua de versos;
· A vírgula (,) indica uma seqüência não contínua de versos;
· O ponto-e-vírgula (;) inicia um novo capítulo do mesmo livro ou não, se seguido de nova abreviação.
Gn 3:2-5 = Gênesis, capítulo 3, versículos 2 a 5.
Lv 1:3,6;2:2-4 = Levítico, capítulo 1, versículos 3 e 6, capítulo 2, versículos 2 a 4.
Mt 1-12;Ap 2:1-7 = Mateus, capítulos 1 a 12, Apocalipse, capítulo 2, versículos 1 a 7.

Antigo Testamento

· Gênesis - Gn
· Êxodo - Ex
· Levítico - Lv
· Números - Nm
· Deuteronômio - Dt
· Josué - Js
· Juízes - Jz
· Rute - Rt
· I Samuel - I Sm
· II Samuel - II Sm
· I Reis - I Rs
· II Reis - II Rs
· I Crônicas - I Cr
· II Crônicas - II Cr
· Esdras - Ed
· Neemias - Ne
· Ester - Et
· Jó - Jó
· Salmos - Sl
· Provérbios - Pv
· Eclesiastes - Ec
· O Cântico dos Cânticos - Ct
· Isaías - Is
· Jeremias - Jr
· Lamentações - Lm
· Ezequiel - Ez
· Daniel - Dn
· Oséias - Os
· Joel - Jl
· Amós - Am
· Obadias - Ob
· Jonas - Jn
· Miquéias - Mq
· Naum - Na
· Habacuque - Hc
· Sofonias - Sf
· Ageu - Ag
· Zacarias - Zc
· Malaquias - Ml

Novo Testamento


· Mateus - Mt
· Marcos - Mc
· Lucas - Lc
· João - Jo
· Atos dos Apóstolos - At
· Romanos - Rm
· I Coríntios - I Co
· II Coríntios - II Co
· Gálatas - Gl
· Efésios - Ef
· Filipenses - Fp
· Colossenses - Cl
· I Tessalonicenses - I Ts
· II Tessalonicenses - II Ts
· I Timóteo - I Tm
· II Timóteo - II Tm
· Tito - Tt
· Filemon - Fm
· Hebreus - Hb
· Tiago - Tg
· I Pedro - I Pe
· II Pedro - II Pe
· I João - I Jo
· II João - II Jo
· III João - III Jo
· Judas - Jd
· Apocalipse (Revelação) - Ap

Livros do Antigo Testamento

A Lei (Torá ou Pentateuco)
· Gênesis
· Êxodo
· Levítico
· Números
· Deuteronômio

Livros Históricos
· Josué
· Juízes
· Rute
· I Samuel
· II Samuel
· I Reis
· II Reis
· I Crônicas
· II Crônicas
· Esdras
· Neemias
· Ester

Livros Poéticos
· Jó
· Salmos
· Provérbios
· Eclesiastes
· O Cântico dos Cânticos

Profetas
A - Maiores
· Isaías
· Jeremias
· Lamentações
· Ezequiel
· Daniel
B - Menores
· Oséias
· Joel
· Amós
· Obadias
· Jonas
· Miquéias
· Naum
· Habacuque
· Sofonias
· Ageu
· Zacarias
· Malaquias

Divisão Hebraica dos Escritos Sagrados

A Lei (Torá ou Pentateuco)
· Gênesis
· Êxodo
· Levítico
· Números
· Deuteronômio

Os Escribas (Ketubhim)
A - Livros Proféticos
· Salmos
· Provérbios
· Jó
B - Cinco rolos (Megilloth)
· O Cântico dos Cânticos
· Rute
· Lamentações
· Ester
· Eclesiastes
C - Livros históricos
· Daniel
· Esdras - Neemias
· Crônicas

Os Profetas (Nebhiim)
A - Anteriores
· Josué
· Juízes
· Samuel
· Reis
B - Posteriores
· Isaías
· Jeremias
· Ezequiel
· Os Doze

Livros do Novo Testamento

Evangelhos
· Mateus
· Marcos
· Lucas
· João

Cartas (Epístolas)
· Romanos
· I Coríntios
· II Coríntios
· Gálatas
· Efésios
· Filipenses
· Colossenses
· I Tessalonicenses
· II Tessalonicenses
· I Timóteo
· II Timóteo
· Tito
· Filemon
· Hebreus
· Tiago
· I Pedro
· II Pedro
· I João
· II João
· III João
· Judas

Livro Histórico
· Atos dos Apóstolos

Livro Profético
· Apocalipse (Revelação)

Língua e manuscritos do Novo Testamento

Os escritos do Novo Testamento se utilizaram do grego coiné (comercial), amplamente conhecido e utilizado no século I, como conseqüência do império de Alexandre, o Grande. Esse idioma possuía muitos recursos lingüísticos e precisão técnica, não encontrados no hebraico, o que permitiu uma maior e mais rápida propagação dos textos entre os povos (assim como o inglês moderno, nos tempos atuais). O grego chegou a ser considerado pela Igreja Católica como a língua do Espírito Santo.

Principais manuscritos
 
O Novo Testamento tem como característica principal uma imensa quantidade de escritos e evidências externas. Alguns manuscritos, entretanto, merecem destaque. São eles:
 
Os papiros - produzidos quando o movimento iniciado pelos discípulos de Jesus ainda era ilegal. Datam dos séculos II e III d.C. e constituem valioso testemunho da veracidade do Novo Testamento, pois surgiram a apenas uma geração dos autógrafos originais. Seus representantes mais importantes são:
· p52 ou fragmento de John Rylands (117 - 118 d.C.) - encontrado no Egito, contendo parte do Evangelho de João;
· p45, p46 e p47 ou Papiros Chester Beaty (250 d.C.) - contendo quase todo o Novo Testamento (o p45 contém os Evangelhos e o livro de Atos dos Apóstolos; o p46, a maior parte das cartas de Paulo; e o p47, parte do Apocalipse);
· p66, p72 e p75 ou Papiros de Bodmer (175 - 225 d.C.) - igualmente importantes, incluindo-se entre eles Unciais cuidadosamente impressos e com muita clareza (o p66 contém parte do Evangelho de João e data do ano 200; o fragmento p72 contém cópias de Judas e de I e II Pedro; e o p75 contém a mais antiga cópia do Evangelho de Lucas (175 a.C.).
 
Os Unciais - manuscritos em caracteres maiúsculos, escritos em velino e pergaminho. Constituem os escritos mais importantes do Novo Testamento, dos séculos III a V. Existem cerca de 297 Unciais, entre eles:
· Códice Vaticano - é o mais antigo dos Unciais (325 - 350 d.C.) e foi desconhecido dos estudiosos bíblicos até 1475, quando foi catalogado na biblioteca do Vaticano; contém a maior parte do Antigo Testamento (versão dos LXX) com os apócrifos e o Novo Testamento em grego;
· Códice Sinaítico (Álefe) - data do século IV e possui poucas omissões;
· Códice Efraimita - originou-se em Alexandria, no Egito, em cerca de 345 d.C.;
· Códice Alexandrino - data do século V;
· Códice Beza ou Cambridge - cerca de 500 d.C.; é o manuscrito bilíngüe mais antigo do Novo Testamento. Foi escrito em grego e latim;
 
· Os Minúsculos - documentos escritos em caracteres minúsculos que datam dos séculos IX ao XV, somando mais de 4000 documentos, entre manuscritos e lecionários (livros muito utilizados nos cultos da Igreja, que continham textos selecionados da Bíblia para leitura, incluindo o Novo Testamento).

Alguns termos importantes e seus significados

· Antilegomena = Escritos bíblicos que em certo momento foram questionados;
· Apócrifos = Livros supostamente do Antigo Testamento, mas que não possuem embasamento para comprovar a autenticidade quanto a seu caráter profético;
· Cânon = Do grego "kánon", e do hebraico "kaneh", regra; lista autêntica dos livros considerados como inspirados;
· Epístolas = Cartas
· Evangelho = Caminho;
· Homologomena = Livros bíblicos aceitos por todos e que em momento algum foram questionados;
· Paráfrase = Tradução livre ou solta, onde o objetivo é traduzir a idéia e não as palavras;
· Pseudoepígrafos = Falsos escritos. Livros não bíblicos, cujos escritos se desenvolvem sobre uma base verdadeira, seguindo caminhos fantasiosos;
· Septuaginta = LXX de Alexandria. Bíblia traduzida para o grego por judeus e gregos de Alexandria, incluindo os livros apócrifos;
· Sinóticos = Síntese. Os três primeiros evangelhos são chamados de evangelhos sinóticos, pois sintetizam a vida de Jesus;
· Testamento = Aliança, Pacto, Acordo;
· Tradução = Transliteração de uma língua para outra;
· Variantes = Diferenças encontradas nas diferentes cópias de um mesmo texto, mediante comparação. Elas atestam o grau de pureza de um escrito;
· Versão = Tradução da língua original para outra língua.

Outras diversas curiosidades

OS LIVROS APÓCRIFOS DA BÍBLIA

Os livros APÓCRIFOS da Bíblia, foram desconsiderados de inspiração Divina pelos 70 sábios judeus convocados por Ptolomeu Filadelfo (rei do Egito - 285 / 247 a. C.), para examinarem os "Oráculos de Deus" - pois, esse rei conhecia o texto de Romanos 3:1 e 2; daí, surgiu a versão SETUAGINTA (derivada dos 70 judeus).
O vocábulo APÓCRIFO significa Não Autêntico.
Os livros apócrifos, são sete: Tobias, Judite, Sabedoria (de Salomão), Eclesiástico, Baruc, I Macabeus e II Macabeus; as porções apócrifas, são: Ester (que é acrescentado os versículos 4 a 10, no capítulo dez) e também, mais os capítulos 11 a 16 deste livro; Carta de Jeremias (cap. 6, no livro de Baruc); O Cântico dos Três Mancebos (passagens 3:23-90 e 98-100, no livro de Daniel); História de Suzana (também, no livro de Daniel 13:1-65); Bel e o Dragão (também, no livro de Daniel 14:1-42 - totalizando cinco porções.
TOBIAS, além de não haver o texto original em hebraico, as versões gregas e latinas, discordam entre si, conforme se constata na versão católica "Beneditinos" editora Ave Maria, 1968 - pág.29.
JUDITE, o autor demonstra que está escrevendo por inspiração própria. (Ide pág.30).
SABEDORIA (de Salomão), traz a doutrina da imortalidade da alma que é contradita em I Timóteo 6:16, onde se lê: o único que possui a imortalidade . . . que conflita com o último parágrafo sobre a "Sabedoria" (Ide, pág.37).
ECLESIÁSTICO, a versão "Vulgata Latina" difere da grega e só foi incorporada mais tarde, pelos católicos. (Ibide, pág.38).
BARUC, apesar de ser um escrito de muita exortação ao arrependimento e ao pecador penitenciar-se, os historiadores não reconhecem o autor, como o mesmo personagem que serviu de secretário de Jeremias (Jeremias 36:26 e 32), pela seguinte razão: O examinador que tem profundo conhecimento cronológico da história do povo de Deus, sabe que, dado às circunstâncias dos escritos em hebraico (1:1-15 e 3:8 a .C.) conflita com 3:9 a 4:4 e 4:5 a 5:9 escrita em grego - o que é discrepante.
Os dois livros de MACABEUS, são os que trazem maior discordância duma doutrina fundamental, qual seja: O Culto aos mortos apresentado em II Macabeus 12:38-45, que o "Cânon Sagrado" afirma ser errado - veja e compare: Os filhos estão em honra, sem que ele (o pai morto) o saiba; ou ficam minguados, sem que ele (o morto) o perceba. (Jó 14:14 e 21). Numa outra passagem, lemos: Os mortos não louvam ao Senhor, nem os que descem ao silêncio (ao sepulcro). (Salmo 115:17, versão protestante - 113 B, versão católica). Mas os mortos não sabem coisa alguma . . a sua memória jaz no esquecimento . . . na sepultura para onde tu vais, não há obra . . . (Eclesiastes 9:5, 6 e 10).
ESTER, são suplementos escritos num grego assaz e tardio, sendo que, na primeira parte, não ocorre nenhuma vez o nome de Deus; estas porções, foram acrescentadas por S. Jerônimo (no século IV) e totalmente desconhecidas dos hebreus. (Consulte-se a versão "Beneditinos" editora Ave Maria, 1968 - pág. 30).
CARTA DE JEREMIAS, exorta os judeus exilados, para evitarem a idolatria de Babilônia e foi escrita cem anos antes de Cristo; nota-se uma desconformidade cronológica de mais de quatrocentos anos de diferença, idade que os homens não mais estavam alcançando , naquela época.
As TRÊS porções do livro de Daniel (O Cântico dos Três Mancebos - História de Suzana - Bel e o Dragão), estão inseridas em grego (língua, que não era falada na Babilônia, na época do cativeiro hebraico); S. Jerônimo decidiu incluir na Bíblia católica, porque considerou de grande edificação moral, o que é outra coisa. (Veja-se os comentários na versão "Beneditinos" editora Ave Maria, 1968 - pág. 42).
Nenhum dos Profetas verdadeiros, nem JESUS e nem os Apóstolos, fazem qualquer referência a estes livros e porções apócrifos , o que demonstra total ausência de inspiração Divina e desconhecimento dos mesmos.
Por derradeiro, informo que: A divisão da BÍBLIA em capítulos, foi feita no século XIII, por Estêvão Langton e a divisão dos capítulos em versículos, foi feita no século XVI, por Roberto Stephanus.


OS LIVROS INEXISTENTES DA BÍBLIA

No "Cânon Sagrado" ou, Sagradas Escrituras (a Bíblia), há referências de LIVROS que não foram coletados; simplesmente, eles não constam porque, não foram encontrados até hoje.
São NOVE LIVROS INEXISTENTES, conforme segue:
1 - Livro dos Justos (Js. 10:41; II Sm. 1:18);
2 - Livro dos Sucessos de Salomão (I Rs. 11:41);
3 - Livro de Gade, o vidente (I Cr. 29:29);
4 - Livro do profeta Natã (I Cr. 29:29; II Cr. 9:29);
5 - A Profecia de Aías (II Cr. 9:29);
6 - A História do profeta Ido (II Cr. 9:29; 12:15; 13:22);
7 - Livro de Semaías, o profeta (II Cr. 12:15);
8 - As Crônicas de Jeú (II Cr. 20:34);
9 - A Epístola aos Laodicenses (Cl.. 4:16).


NÚMEROS QUE IMPRESSIONAM

Estudando-se a BÍBLIA, minuciosamente, obtém-se números expressivos, que impressionam ao leitor, como segue:
01 - A Bíblia declara 2.008 vezes, que o ALTÍSSIMO é o seu único Autor, sendo
que, no "Novo Testamento" esta declaração é feita 525 vezes.
02 – Jesus afirma 50 vezes, que a Bíblia é a Palavra de Deus.
03 – A palavra IMORTAL, só se encontra uma vez em toda a Bíblia (protestante), e
isto em referência à Divindade (I Tm. 1:17); não há nenhuma outra passagem
bíblica (protestante), que fale de uma alma "imortal".
04 – O nome JESUS encontra-se mil vezes; e o nome CRISTO encontra-se 500
vezes - no Novo Testamento.
05 – A segunda vinda de Jesus Cristo é mencionada 318 vezes - no Novo
Testamento.
06 – Na Bíblia há 603 Mandamentos - e não somente os Dez Mandamentos do
Decálogo.
07 – Na Bíblia há 365 Não Temas - um para cada dia do ano.
08 – A palavra DOMINGO não ocorre nenhuma vez na Bíblia.
09 – A palavra SÁBADO ocorre 87 vezes (no Velho Testamento) e 54 vezes
(no Novo Testamento) - totalizando 14 vezes em toda a Bíblia (protestante).
10 – A Bíblia contém 773.698 Palavras Inspiradas, escritas com um total de
3.566.480 letras.
11 – O capítulo mais longo da Bíblia é o Salmo 119 (com 174 versículos) e o
capítulo mais curto é o Salmo 117 (com 2 versículos).
12 – O versículo central da Bíblia é o SALMO 118:8;
maior versículo é o Ester 8:9;
o menor versículo e o S. Lucas 20:30.
13 – O nome próprio mais comprido existente na Bíblia é o mencionado em
Isaías 8:3: MAER-SALAL-HAS-BAZ (masculino).
14 – A palavra SENHOR, encontra-se 7.698 vezes mencionada na Bíblia.
15 – O homem que mais viveu, METUSALÉM (969 anos).


A CRONOLOGIA DA HISTÓRIA

0001 - Adão - viveu 930 anos (aos 130, com a esposa Eva gerou Seth) a 0930
0130 – Seth - viveu 912 anos (aos 105, gerou Enos) a 1042
0235 – Enos - viveu 905 anos (aos 90, gerou Cainã) a 1140
0325 – Cainã - viveu 910 anos (aos 70, gerou Maalaleel) a 1235
0395 – Maalaleel - viveu 895 anos (aos 65, gerou Jered) a 1290
0460 – Jered - viveu 962 anos (aos 162, gerou Enoch) a 1422
0622 – Enoch - viveu 365 anos e não morreu (aos 65, gerou Metusalém) a 0987
0687 – Metusalém - quem mais viveu - 969 anos (aos 187, gerou Lamec; a 1656
0874 – Lamec - viveu 777 anos (aos 182, gerou Noé) a 1651
1056 – Noé - viveu 950 anos (aos 500, gerou Sem - Cã e Jafé) 2006
1556 – Sem - viveu 600 anos (aos 100, gerou Arfaxad) a 2156
1656 – DILÚVIO > (De 2.580 à 2.579 a.C. ) a 1675
1656 – Arfaxad - viveu 438 anos (aos 35, gerou Salá) a 2094
1691 – Salá - viveu 433 anos (aos 30, gerou Heber) a 2124
1721 – Heber - viveu 464 anos (aos 34, gerou Peleg) a 2185
1755 – Peleg - viveu 239 anos (aos 30, gerou Reú) a 1994
1785 – Reú - viveu 239 anos (aos 32, gerou Serug) a 2024
1817 – Serug - viveu 230 anos (aos 30, gerou Naor) a 2047
1847 – Naor - viveu 148 anos (aos 29, gerou Therá) a 1995
1876 – Therá - viveu 205 anos (aos 70, gerou Abraão) a 2081
1946 – Abraão "Pai da Fé" - viveu 175 anos e gerou aos 86, com Hagar: Ismael; aos 100, com Sara: Isac; com Quetura: Zinrã, Jocsã, Medã, Midiã, Jisboque e Suá; este patriarca morreu, em 2121
2032 – Ismael "Pai dos Árabes" viveu 137 anos, tendo gerado os "12 Príncipes ismaelitas": Nebaiote, Quedar, Adbeel, Mibsão, Misma, Duzmá, Massá, Hadade, Tema, Jetur, Nafise, Quedemá além da filha Hadar; morreu, 2169
2046 – Isac "Pai dos Hebreus" viveu 180 anos e aos 60, gerou com esposa Rebeca, os gêmeos Esaúe Jacó; morreu em 2226
2106 – Jacó "Pai dos Israelitas" viveu 147 anos e gerou com Léia: Rubem, Simeão, Levi, Judá, Issacar, Zebulom e Diná; com Bila: Dã e Naftali; com Zilpa: Gade e Aser; com Raquel: José e Benoni [mudado para Benjamim]; com Tamar Er, Onã e Selá; chegou ao Egito, com 130 anos, patriarcando 66 pessoas; morreu, em 2253
0000 – PATRIARCAS 4.235 anos (De 4.235 à 1.999 a.C.)a 2236
2236 – SERVIDÃO no Egito 430 anos (De 1.999 à 1.569 a.C.)a 2666
2666 – PEREGRINAÇÃO no Deserto 40 anos (De 1.569 à 1.529 a.C.) até 2706
2586 – Moisés "O Legislador" viveu 120 anos e gerou com Zípora: Gérson e Eliezer; porém, com a concubina Tarbis não gerou; morreu (e foi levado ao céu, pelos anjos), em 2706
2706 – TEOCRACIA de Israel 396 anos (De 1.529 à 1.133 a.C.) 3102
3102 – 01º rei Saul (foi mau e reinou 40 anos) a 3142
3142 – 02º rei David (foi bom e reinou 40 anos) a 3182
3182 – 03º rei Salomão (foi bom e reinou 40 anos) a 3222
3222 – 04º rei Roboão (foi mau e reinou 17 anos) a 3239
3239 – 05º rei Abias (foi mau e reinou 3 anos) a 3242
3242 – 06º rei Asa (foi bom e reinou 41 anos) a 3283
3283 – 07º rei Josafá (foi bom e reinou 25 anos) a 3308
3308 – 08º rei Jeorão (foi mau e reinou 8 anos) a 3316
3316 – 09º rei Acazias (foi mau e reinou 1 ano) 3317
3317 – 10º rainha Atalaia (usurpou o filho Acazias, foi má e reinou 7 anos) 3324
3324 – 11º rei Joás (filho de Acazias, foi bom e reinou 40 anos)3364
3364 – 12º rei Amazias (foi bom e reinou 29 anos)a 3393
3393 – 13º rei Uzias (foi bom e reinou 52 anos) a 3445
3445 – 14º rei Jotão (foi bom e reinou 16 anos) a 3461
3461 – 15º rei Acaz (foi mau e reinou 16 anos) a 3477
3477 – 16º rei Ezequias (foi bom e reinou 29 anos) a 3506
3506 – 17º rei Manassés (foi mau e reinou 55 anos + 11 anos cativo de Assarhaddón [rei da Assíria) a 3572
3572 – 18º rei Amom (foi mau e reinou 2 anos) a 3574
3574 – 19º rei Josias (foi bom e reinou 31 anos) a 3605
3605 – 20º rei Jeoacaz (reinou 3 meses e foi deposto pelo Faraó Neco) a 3605
3605 – 21º rei Eliaquim (constituído pelo Faraó Neco depois Jeoaquim reinou 11 anos, sendo deposto pelo rei Nabucodonosor) até 3616
3616 – 22º rei Joaquim (reinou 3 meses, foi constituído e deposto pelo rei Nabucodonosor a 3616
3616 – 23º rei Zedequias (reinou 11 anos, foi constituído e deposto pelo rei Nabucodonosor) a 3627
3102 – MONARQUIA de Israel 525 anos (De 1.133 à 608 a.C.)a 3627
3627 – CATIVEIRO na Babilônia 70 anos (De 608 à 538 a.C.) a 3697
1656 – BABILÔNIA 2041 anos (De 2.579 à 538 a.C.) a 3697
3697 – MEDO-PERSA 207 anos (De 538 à 331 a.C.) a 3904
3904 – GREGOS 163 anos (De 331 à 168 a.C.) a 4067
3482 – Fundação de ROMA por Rômulo e Remo (Em 753 a.C.)
3482 – Sacro Império Romano 1.143 anos (De 753 a.C. à 395 a. D até 4625
4625 – Imp. Romano Oc. ROMA 81 anos (De 395 à 476 a. D.) 4706
4625 – Imp. Romano Or. CONST. 1.058 anos (De 395 à 1.453 a. D.) até 5683
0000 – Pré-História (De Adão 4.235 ao Dilúvio 2.580 a.C.) a 1656
1657 – História (De 2.579 à queda da Babilônia 538 a.C.) a 3697
3697 – Tempo de Angústia (De 538 ao nascimento de Jesus Cristo) até 4235
4235 – JESUS CRISTO "O Salvador do Mundo" (De 0005 à 0038 a. D.) até 4268
4268 – Idade Antiga (De 0038 à divisão do Imp. Romano 0395 a. D.) a 4625
4625 – Idade Média (De 0395 à queda de Constatinópla 1.453 a. D.) até 5683
5683 – Idade Moderna (De 1.453 à queda da Bastilha 1.789 a. D.) até 6019
6019 – Idade Contemporânea (De 1.789 à 2.001 a. D.) 6231
5730 – BRASIL > (De 1.500 até hoje) a 6231
? ? ? – O FIM desta era. ? ? ?

O destino dos Apóstolos

Todos os apóstolos que andavam com Jesus morreram como mártires, com exceção de dois: Judas Iscariotes, que traiu Jesus e acabou se enforcando, e João, que após ser exilado na ilha de Patmos, obteve a liberdade e morreu de morte natural.

PAULO, que não era apóstolo oficialmente, foi considerado apóstolo do gentios por causa da sua grande obra missionária nos países gentílicos. Foi decapitado em Roma por ordem de Nero.

MATIAS, que ficou no lugar de Judas Iscariotes, foi martirizado na Etiópia.

SIMÃO, o zelote, foi crucificado.

JUDAS TADEU morreu como mártir pregando o evangelho na Síria e na Pérsia.

TIAGO (o mais jovem), pregou na Palestina e no Egito, sendo ali crucificado.

MATEUS morreu como mártir na Etiópia.

TOMÉ pregou na Pérsia e na Índia, sendo martirizado perto de Madras no monte de São Tomé.

BARTOLOMEU serviu como missionário na Armênia, sendo golpeado até a morte.

FILIPE pregou na Frígia e morreu como mártir em Hierápolis.

ANDRÉ pregou na Grécia e Ásia Menor. Foi crucificado.

TIAGO (o mais velho) pregou em Jerusalém e na Judéia. Foi decapitado por Herodes.

SIMÃO PEDRO pregou entre os judeus chegando até a Babilônia, esteve em Roma, onde foi crucificado com a cabeça para baixo.

Calvário

Calvário ou Gólgota. Ambas as palavras, a primeira derivada do latim e a segunda do aramaico, significam "a caveira" ou "o lugar da caveira", e fazem referência ao lugar onde Cristo foi crucificado (Mt 27:33, Lc 23:33). Se o chamaram "o lugar da caveira" por ser um local de execução (um lugar onde havia caveiras) ou porque o lugar parecia com uma caveira, não se sabe ainda hoje.

A localização exata do calvário é atualmente desconhecida devido ao fato de Tito ter destruído Jerusalém no ano 70 D.C. Durante uns 60 anos, a cidade permaneceu em total ruína. Poucos cristãos regressaram para viver ali, e os que o fizeram, certamente eram em menor número do que aqueles que fugiram da cidade e não tiveram condições de reconhecer nenhum lugar em meio à devastação total.

Vários lugares têm sido sugeridos como a provável localização da sepultura, mas só dois deles são considerados com seriedade. Um é no interior da igreja do Santo Sepulcro, e outro é o calvário de Gordon, com sua tumba do jardim.

A Bíblia

* O livro maior é o dos Salmos, com 150 capítulos.
* O livro menor é II João.
* O capítulo maior é Salmos 119.
* O capítulo menor é salmos 117.
* O capítulo 37 de Isaías e o 19 de II Reis são iguais.
* Foram usados três idiomas em sua confecção: Hebraico, grego e aramaico.
* Foi escrita em aproximadamente 1600 anos, por uns 40 autores e contém 66 livros.
* A Palavra SENHOR é encontrada na Bíblia 1853 vezes e REVERENDO 1 vez no Salmo 111:9.
* O verso maior é Ester 8:9.
* O verso menor é Êxodo 20:13.
* O verso central é Salmos 118:8.
* Texto áureo da Bíblia: João 3:16

Diversas

• A "Epístola da Alegria" , a carta de Paulo aos Filipenses, foi escrita na prisão e as expressões de alegria aparecem 21 vezes na epístola.
• Quem dá aos pobres, empresta a Deus, e Ele lhe pagará. (Provérbios 19:17)
• O trânsito pesado e veloz, os cruzamentos e os faróis acesos aparecem descritos exatamente como nos dias de hoje em Naum 2:4
• A mensagem através de "out-doors" é uma citação bíblica detalhada. (Habacuque 2:2)
• Quem cortou o cabelo de Sansão não foi Dalila, mas um homem (Juizes 16:19)
•O nome mais cumprido e estranho de toda a bíblia é Maersalalhasbas - filho de Isaías (Isaías 8:3-4)
•A primeira citação da redondeza da terra confirmava a idéia de Galileu, de um planeta esférico. Bastava que os descobridores conhecessem a bíblia. (Isaías 40:22)
•Davi, além de poeta, músico e cantor foi o inventor de diversos instru-mentos musicais.(Amós 6:5)
•O tio e a tia de Jesus se tornaram "crentes" na sua pregação antes de sua crucificação. (Lucas 24:13-18 / João 19:25)
•O nome "cristão" só aparece três vezes na Bíblia. (Atos 11:26 / Atos 26:28 e I Pedro 4:16)

 

Sobre o casal Abraão e Sara:

Sara Viveu 127 (cento e vinte e sete) anos, Abraão viveu 165 (cento e sessenta e cinco) anos; ambos foram sepultados no Campo de Efrom, em Macpela (terra que foi comprada por Abraão pela quantia de 400 (quatrocentos) siclos de prata. Ao contrário do que muitos afirmam, o primeiro filho de Abrãao foi Ismael e não Isaque. Ismael foi concebido por Agar, serva egípcia de Sara (Sara tinha entregado Agar a Abrãao para que concebesse). Ainda nesta época, Abraão chamava-se Abrão (visto que Deus não havia mudado seu nome). Quando nasceu Isaque, Abraão tinha 100 (cem) anos. Após o falecimento de Sara, Abraão tomou como mulher a Quetura, e concebeu Quetura a seis filhos: Zinrã, Jocsã, Medã, Midiã, Isbaque e Suã. Abrãao deu a Isaque (o filho da promessa de Deus) todos os seus bens e riquezas, e aos demais filhos deu dádivas e os despediu. Isaque casou-se com Rebeca, que era da parentela de Abraão. Rebeca era estéril, assim como Sara, e tanto uma quanto outra conceberam por promessa de Deus. O Casamento de Isaque foi como consolo pela morte de sua mãe Sara.

Sobre a Bíblia:

A tradução grega da palavra Bíblia (biblia (pl.)) significa livros. Seu tempo de composição durou aproximadamente 1600 anos, com um total de 40 autores aproximadamente. Possui 66 livros, divididos em Velho Testamento com 39 livros e Novo Testamento com 27 livros, assim classificados: Históricos - Gênesis, Êxodo, Levíticos, Números. Deuteronômio, Josué, Juízes, Rute, I e II Samuel, I e II Reis, I e II Crônicas, Esdras, Neemias e Ester. Poéticos - Jó, Salmos, Provérbios, Eclesiastes e Cânticos dos Cânticos. Proféticos - (Maiores) Isaías, Jeremias, Lamentações de Jeremias, Ezequiel e Daniel, (Menores) Oséias, Joel, Amós, Obadias, Jonas, Miquéias, Naum, Habacuque, Sofonias, Ageu, Zacarias e Malaquias.
Evangelhos - Mateus, Marcos, Lucas e João.
Históricos - Átos. Cartas de Paulo - Romanos, I e II Coríntios, Gálatas, Efésios, Filipenes, Colossenses, I e II Tessalonicenses, I e II Timóteo, Tito e Filemon.
Cartas Gerais - Hebreus, Tiago, I e II Pedro, I, II e III João e Judas.
Profético - Apocalipse.
As divisões da Bíblia facilitam sua memorização. Não se deve pensar que somente os proféticos é que têm profecia, ou só os poéticos só têm poesia, ou os doutrinários (Epístolas) só doutrinas; da mesma forma os históricos não são apenas para relatar fatos, assim como não há muitos fatos históricos. Cada livro da Bíblia deve ser estudado convenientemente para que o seu ensino seja apreendido. Sem dúvida alguma a Bíblia é uma biblioteca extraodinária!

COMO AS ESCRITURAS CHEGARAM ATÉ NOS

A história de como a Bíblia chegou até nós, na forma em que a conhecemos, é longa e fascinante. Ela começa com os manuscritos originais, ou "autógrafos", como são às vezes chamados. Esses textos originais foram escritos por homens da antigüidade movidos pelo Espírito Santo (2Tm 3:16; 2Pe 1:20,21). Durante anos, os céticos declaram que Moisés não poderia ter escrito a primeira parte da Bíblia porque a escrita era desconhecida na época (1500 A.C). A ciência da arqueologia provou desde então que a escrita já era conhecida milhares de anos antes dos dias de Moisés. Os sumérios já escreviam cerca de 4000 A.C., e os egípcios e babilônios quase nessa mesma época. - Materiais antigos de escrita 1) - PEDRA Muitas inscrições famosas encontradas no Egito e Babilônia foram escritas em pedra. Deus deu a Moisés os Dez Mandamento escritos em tábuas de pedra ( Êx 31:18, 34:1,28). Dois outros exemplos são a Pedra Moabita ( 850 A.C ) e a Inscrição de Siloé, encontrada no túnel de Ezequias, junto ao tanque de Siloé (700 A.C). 2) - ARGILA O material de escrita predominante na Assíria e Balônia era a argila, preparada em pequenos tabletes e impressa com símbolos em forma de cunha chamados de escrita cuneiforme, e depois assada em um forno ou seca ao sol. Milhares desse tabletes foram encontrados pelas pás dos arqueólogos. 3 - MADEIRA Tábuas de madeira foram bastante usadas pelos antigos para escrever. Durante muitos séculos a madeira foi a superfície comum para escrever entre os gregos. Alguns acreditam que este tipo de material de escrita é mencionado em Isaías 30:8 e Habacuque 2:2. 4 - COURO Talmude judeu exigia especificamente que as Escrituras fossem copiadas sobre peles de animais, sobre couro. É praticamente certo, então, que o Antigo Testamento foi escrito em couro. Eram feitos rolos, costurando juntas as peles que mediam de alguns metros a 30 perpendiculares ao rolo. Os rolos, entre 26 e 70cm de altura, eram enrolados em um ou dois pedaços de pau. 5 - PAPIRO É quase certo que o Novo Testamento foi escrito sobre papiro, por ser este o material de escrita mais importante na época. O papiro é feito cortando-se em tiras seções delgadas de cana de papiro, empapando-as em vários banhos de água, e depois sobrepondo-as umas às outras para formar folhas. Uma camada de tiras era colocada por sobre a primeira, e depois as punham numa prensa, a fim de aderirem uma às outras. As folhas tinham de 15 a 38 cm de altura e 8 a 23 cm de largura. Rolos de qualquer comprimento eram preparados colocando juntas as folhas . Geralmente mediam cerca de 10m de comprimento. 6 - VELINO OU PERGAMINHO Velino começou a predominar mediante os esforços do rei Eumenes ll, de pérgamo (197-158 A.C). Ele procurou formar sua biblioteca, mas o rei do Egito cortou o seu suprimento de papiro, sendo-lhe então necessário obter um novo processo para o tratamento de peles. O resultado é conhecido como velino ou pergaminho. Embora os termos sejam usados intercambiavelmente, o velino era preparado originalmente com a pele de bezerros e antílopes, enquanto o pergaminho era de pele de ovelhas e cabras. Obtinha-se assim um couro de excelente qualidade, preparado especial e cuidadosamente para receber escrita de ambos os lados. Este tipo de material foi utilizado centenas de anos antes de Cristo e, por volta do século IV A.D., ele suplantou o papiro. Quase todos os manuscritos conhecidos são em velino. Idiomas usados 1) - HEBRAICO Quase todos os 39 livros do Antigo Testamento foram escritos em hebraico. As letras tipo bloco eram escritas em maiúsculas, sem vogais, sem espaços entre palavras, frases ou parágrafos, e sem pontuação. Os pontos das vogais foram acrescentados mais tarde (entre 500 e 600 A.D.) pelos eruditos massoretas. O hebraico é conhecido como um dos idiomas semíticos. 2) - ARAMAICO Um idioma aparentado com o hebbbraico, o aramaico tornou-se a língua comum na Palestina depois do cativeiro babilônico (c.500 A.C.) Algumas partes do antigo Testamento foram escritas nesse idioma: uma palavra designando nome de lugar em Gênesis 31:47; um versículo em Jeremias 10:11; cerca de seis capítulos no livro de Daniel (2:4b - 7:28); e vários capítulos em Esdras (4:8-6:18; 7:12-26). Aramaico continuou sendo o vernáculo da Palestina durante vários séculos. Temos assim algumas palavras aramaicas preservadas para nós no Novo Testamento: Talitha Cumi ( "Menina, levanta-te"), em Marcos 5:41; Ephphatha ( "Abre-te"), em Marcos 7:34; Eli, Eli lama sabachthani ( "Deus meu, Deus meu, por que me desamparaste?), em Mateus 27:46. Jesus se dirigia habitualmente a Deus como Abba (aramaico "Pai"). Note a influência disto em Romanos 8:15 e Gálatas 4:6. Outra frase comum dos primeiros cristãos era Maranatha ("Vem, nosso Senhor"), em 1Coríntios 16:22. 3) - GREGO Apesar de Jesus falar aramaico, o Novo Testamento foi escrito em grego - grego Koinê. A mão de Deus pode ser vista nisto, porque o grego era o idioma internacional do século I, tornando assim possível a divulgação do evangelho através de todo o mundo então conhecido. 

Nome: (origem) Significado 

Aarão: (hebraico) arca, brilhante, luminoso - 1 Crônicas 24:1 

Abdiel: (hebraico) seervo de Deus - Jeremias 36:26 

Abede-Nego: servo do Nego ou Nebo - Daniel 1:7 

Abel: (hebraico) sopro, vapor ou filho - Mateus 23:35 e Mateus 4:2 

Abigail: (hebraico) meu pai é alegria ou fonte de alegria -1 Crônicas 2:16 

Abimeleque: (hebraico) meu pai é rei - Gênesis 21:25 

Abner: (hebraico) pai da luz ou lâmpada - 1 Samuel 4:31 

Abrão: (hebraico) pai exaltado - Gênesis 11:27 

Abraão: (hebraico) pai da multidão - Gênesis 17:5 

Absalão: (hebraico) pai da paz, Deus é prosperidade - 2 Samuel 3:31 

Acabe: (hebraico) irmão do pai - 1 Reis 16:28 

Acaz: (hebraico) ele tem sustentado - 2 Reis 16:3 

Acre: (hebraico) areia quente, o mesmo Aço - 1 Macabeus 9:36 

Adão: (hebraico) homem de terra vermelha ou vermelho - Gênesis 1:26 

Adonias: (hebraico) Jeová é Senhor - 1 Reis 1:13 

Adriel: (hebraico) rebanho do Senhor ou congregação divina - 2 Samuel 21:8 

Ageu: (hebraico) alegria, festivo - Ageu 1:1 

Agripa: (hebraico) glória da pele, heróico, ou que foi dado a luz com dificuldade - Atos 25:13 

Alfeu: (grego) passageiro, transitório - Marcos 2:14 

Amém: (latim) assim seja, firme, estabelecido - Salmo 106:48 

Ana: (hebraico) cheia de graça - Lucas 2:36 

Ananias: (grego) resposta do Senhor - Atos 5:1; (hebraico) Jeová cobriu - Neemias 3:23 

André: (grego) varonil ou vencedor - João 1:44 Apocalípse: (grego) revelação 

Áquila: (latim) águia - Atos 18:2 

Arão: (hebraico) brilhante ou serrano - Êxodo 6:20 

Ariel: (latim) leão de Deus ou alto - Esdras 8:16 

Artaxerxes: (grego ou latim) o grande rei - Esdras 6:14 

Asa: (hebraico) médico ou aquele que sarará - 1 Reis 15:8 

Asiel: (hebraico) Deus fez - 1 Cronicas 4:35 

Aralía: (hebraico) Deus aflige - 2 Reis 8:26 

Azarias: (hebraico) a quem Jeová ajudou - 2 Reis 15:1 

Azur: (hebraico) proveitoso ou auxiliador - Jeremias 28:1 

Baal: (hebraico) senhor possuidor - 1 Crônicas 4:33 

Balaão: (hebraico) devorador ou destruidor do povo - Deuteronomio 23:4 

Baltasar: (assírio) amigo do rei ou o que proteja sua vida 

Bar: (aramaico) filho - prefixo de nomes de pessoas 

Baraque: (hebraico) relâmpago - Juízes 4:6 

Barnabé: (aramaico) filho da consolação - Atos 4:36 

Barrabás: (grego) filho de rabi - Mateus 27:16 

Bartimeu: (aramaico) filho de Timeu, filho honroso - Marcos 10:46 

Bartolomeu: (aramaico) filho de Tolmai ou Timeu ou filho que levante as águas - Mateus 10:3 

Baruque: (hebraico) abençoado - Jeremias 32:12 

Belém: (hebraico) casa de pão - Genesis 35:19 

Bem-aventurado: (hebraico) feliz - Salmo 32:1 

Berenice: (grego) vitoriosa - Atos 25:13 

Betânia: (hebraico) casa de Tâmaras ou casa do aflito - João 11-18 

Bete: (hebraico) casa - Salmo 119:9 

Bete-Arã: (hebraico) casa do alto, lugar alto - Josué 13:27 

Bíblia: (grego) os livros 

Bispo: (hebraico) vigilante, vigia, superintendente - 1 Timóteo 3:2 

Boaz: (hebraico) força ou nele há força - Rute 4:1 

Buquias: (hebraico) provado por Jeová - 1 Cronicas 25:4 

Cades: (hebraico) consagrado - Números 20:16 

Caio: (latim) alegre ou bordão - Atos 19:30 

Calebe: (hebraico) ousada, ou gaiola - Números 13:16 

Cefas: (aramaico) rocha ou pedra - João 1:42 

Celita: (hebraico) congregação do Senhor - Esdras 10:23 

César: (latim) cabeludo, talhado - Marcos 12:14 

Cláudia: (latim) coxa - Atos 11:28, 2 Timóteo 4:21 

Cláudio-Lísias: (latim) coxo de Lísias - Atos 23:26 

Cleópatra: (grego) glória do pai - Gênesis 10:57 

Ciro: (persa) poder supremo - Daniel 6:28 

Cristo: (hebraico) Messias; (grego) ungido - Mateus 16:16 

Cuza: (hebraico) profeta, vidente - Lucas 8:3 

Dã: (hebraico) juiz, julgamento - Gênesis 46:23 

Dalila: (hebraico) delicada, fraca - Juízes 16:4 

Daniel: (hebraico) Deus é meu juiz - 1 Crônicas 3:1 

Davi: (hebraico) amado - 1 Samuel 16:13 

Débora: (hebraico) abelha - Gênesis 35:8 

Deus: (hebraico) Eloim, El, Jeová - Genesis 1:1 

Diabo: (grego) caluniador - 1 Pedro 5:8 

Diná: (hebraico) pronunciou julgamento - Gênesis 36:32 

Dorcas: (grego) gazela; (aramaico) Talita - Atos 9:36 

Drusila: (hebraico) regado pelo orvalho - Atos 24:24 

Ébano: (hebraico) madeira preta - Ezequiel 27:15 

Ebrom: (hebraico) união, aliança - Josué 19:28 

Efraim: (hebraico) fértil ou ser frutífero - Gênesis 41:52 

Eleazar: (hebraico) Deus ajudou; (latim) lazarus; (grego) Lazaros - Êxodo 6:23 

Eliaquim: (hebraico) Deus estabeleceu - Isaías 22:20 

Elias: (hebraico) cujo Deus é Jeová ou Jeová é o meu Deus - 1 Reis 17:1 

Eliezer: (hebraico) meu Deus é auxílio - Gênesis 15:1 

Elimeleque: (hebraico) Jeová é meu rei - Rute 1:2 

Elisabete: Deus de Sete, juramento de Deus - Êxodo 6:23 

Eliseu: (hebraico) Deus é salvação - 2 Reis 2:15 

Eloi: (aramaico) meu Deus - Marcos 15:34 

Emanuel: (hebraico) Deus conosco - Isaías 7:14 

Enéias: (grego) louvável, famoso, curado - Atos 9:34 

Enós: (hebraico) mortal, homem - Gênesis 9:54 

Esaú: (hebraico) peludo, cabeludo - Gênesis 25:25 

Esdras: (hebraico) auxílio, socorro - Esdras 7:1 

Ester: (hebraico) estrela (persa) situação - Ester 2:7 

Estêvão: (hebraico) coroa, grinalda - Atos 6:5 

Etiópia: (grego) sol abrasador, queimado - 1 Samuel 68:31 

Eunice: (grego) vencendo gloriosamente, abençoada - 1 Timóteo 1:5 

Eva: (hebraico) vida ou mãe da vida - Gênesis 3:20 

Ezequias: (hebraico) fortalecido por Deus, força de Deus - 2 Reis 18:1 

Ezequiel: (hebraico) Deus fortaleceu, Deus fortaleza - Ezequiel 1:3 

Fasur: (hebraico) mui nobre - Jeremias 21:1 

Feldás: (hebraico) lâmpada de fogo - Gênesis 22:22 

Filemon: (grego) amante ou que beija - Filipenses 1:1 

Filipe: (grego) domador de cavalos - Mateus 10:3 

Fortunato: (latim) afortunado - 1 Coríntios 16:17 

Gabriel: (hebraico) homem de Deus ou embaixador - Daniel 8:16 

Galiléia: (hebraico) círculo - 1 Reis 9:11 

Gamaliel: (grego) recompensa de Deus - Números 1:10 

Gerar: (hebraico) cântaro - Gênesis 10:19 

Gérson: (hebraico) banimento, peregrino - Êxodo 2:21 

Gideão: (hebraico) cortador - Juízes 6:11 

Gólgota: (grego) caveira - Mateus 27:33 

Golias: (hebraico) exílio, passagem - 1 Samuel 21:9 

Guel: (hebraico) majestade de Deus - Números 13:15 

Habacuque: (hebraico) o que abraça - Habacuqe 1:1 

Hagar: (hebraico) fuga - Gálatas 4:24 

Hazar: (hebraico) cercado, aldeia - Deuteronomio 2:23 

Hebrom: (hebraico) união, aliança, confederação - Êxodo 6:18 

Herodes: (hebraico) filho de heróis, glória da pele ou heróico - Mateus 2:16 

Hosana: (grego) salva-nos te pedimos (hebraico) Deus ouve - Mateus 21:9 

Isabel: (hebraico) Deus que faz pacto ou Deus de juramento - Lucas 1:5 

Isaías: (hebraico) salvação de Deus ou Jeová salvou - Isaías 1:1 

Isaque: (hebraico) riso ou ele riu-se - Gênesis 21:3 

Ismael: (hebraico) quem Deus ouve - Gênesis 16:15 

Israel: (hebraico) que luta com Deus ou que governa com Deus - Gênesis 32:28 

Jacó: (hebraico) suplantador, enganador - Gênesis 25:33 

Jafé: (hebraico) beleza, engrandecimento - Gênesis 10:21 

Jair: (hebraico) ele iluminará, ele pode reconduzir ou ele levanta - Deuteronômio 3:14 

Jairo: (grego) difundidor de luz - Mateus 9:18 

Jeremias: (hebraico) Jeová estabelece - Jeremias 1:1 

Jeroboão: (hebraico) o povo tornou-se numeroso - 1 Reis 11:26 

Jesus: (grego) salvador, (hebreu) Josué - Mateus 1:21 

João: (hebraico) graça, favor de Deus - Mateus 3:4 

Joaquim: (hebraico) Jeová estabeleceu ou Jeová tem levantado - 2 Reis 24:8 

Jonas: (hebraico) pomba - João 1:1 

Jônatas: (hebraico) Jeová nos deu ou dádiva de Deus - 1 Samuel14:49 

José: (hebraico) Ele acrescenta - Gênesis 35:24 

Josias: (hebraico) curado por Jeová ou Jeová sara - 2 Reis 21:24 

Lameque: (hebraico) poderoso ou moço forte - Gênesis 4:18 

Lázaro: forma grega de Eleazar, Deus ajudou - Lucas 16:20 

Léia: (hebraico) vaca brava, (anglo-saxão) igual abrigo - Gênesis 29:16 

Levi: (hebraico) associado, unido, adesão - Gênesis 29:34 

Lídia: (latim) deriva da palavra Lidos, seu fundador - Atos 16:14 

Lucas: (latim) luminoso - Colossenses 4:14 

Malaquias: (hebraico) mensageiro de Deus - Malaquias 1:1 

Mara: (hebraico) amarga, amargosa, triste; (siriaco) senhora - Rute 1:20 

Marcos: (latim) martelo grande - Atos 12:12 

Maria: (hebraico) Miriã, exaltada, forte - Êxodo 15:20 

Marta: (grego) senhora; (hebraico) quem fica amarga - Lucas 10:38 

Mateus: (hebraico) dom de Deus, homem de Deus - Mateus 9:9 

Melquisedeque: (hebraico) rei da justiça - Gênesis 14:18 

Miguel: (hebraico) quem é como nosso Deus? - Daniel 10:21 

Moisés: (hebraico) tirado das águas; (egípcio) filho de Isis (Deus egípcio) - Êxodo 2:10 

Naamã: (hebraico) doce agradável, prazer - Juíses 15:41 

Nabucodonosor: (persa) Nebo proteje das desgraças ou defensor dosd limites - Jeremias 21:7 

Natã: (hebraico) Ele deu - 2 Samuel 7:2 

Natanael: (hebraico) dom de Deus ou Deus tem dado - Números 1:8 

Naum: (hebraico) consolação, compassivo - Lucas 3:25 

Neemias: (hebraico) Jeová conforta ou consola - Esdras 2:2 

Nicodemos: (hebraico) conquistador do povo - João 3:1 

Noé: (hebraico) repouso, consolo - Gênesis 5:32 

Onésimo: (grego) útil, proveitoso - Colossenses 4:9 

Oséias: (hebraico) salvação ou salvo - Números 13:16 

Paulo: (grego) pequeno, pouco - Atos 13:1 

Pedro: (grego) pedra, rocha - João 1:42 

Pilatos: (latim) armado com um dardo ou chapéu dois escravos, libertador - Mateus 27:2 

Priscila: (hebraico) velha ou antiga - Atos 18:2 

Querubim: (hebraico) celestial, Deus é louvado - Gênesis 3:24 

Rafael: (hebraico) Deus curou - 1 Crônicas 7:21 

Raquel: (hebraico) ovelha - Gênesis 29-6 

Rebeca: (hebraico) corda com laço, isto é, donzela cuja beleza prende os homens - Gênesis 24:15 

Rute: (hebraico) vistosa, beleza, amiga - Rute 1:4 

S

Salomão: (hebraico) muito pacífico - 1 Cronicas 22:9 

Samuel: (hebraico) ouvir de Deus ou nome de Deus - 2 Crônicas 35:18 

Sansão: (hebraico) pequeno sol ou filho do povo - Juízes 15:31 

Sara: (hebraico) princesa, soberana - Gênesis 17:15 

Saul: (hebraico) pedindo ou perguntado por, o desejado - Gênesis 36:37 

Sérgio: (hebraico) uma rede; (latim) servo ou escravo - Atos 13:7 

Simeão: (hebraico) famoso - 1 Crônicas 23:7 

Susana: lírio de graça - Lucas 8:3 

Tadeu: (hebraico) aquele que louva ou confessa; (aramaico) corajoso; (síriaco) o amável - Lucas 6:16 

Tiago: forma da palavra grega Jacó, (hebraico) suplantador - Mateus 4:21 

Timóteo: (hebraico) que adora a Deus ou amado de Deus; (grego) que honra a Deus - Atos 16:1 

Tito: (latim) louvável, honrado - Gálatas 2:1 

Uel: (hebraico) vontade de Deus - Esdras 10:34 

Uriel: (hebraico) Deus é luz ou fogo de Deus - 1 Crônicas 15:5 

Uziel: (hebraico) Deus é minha força ou poder de Deus - 1 Crônicas 6:2 

Vasti: (persa) a mais excelente ou mulher bela - Ester 1:9 

Xerxes: rei leão o belicoso, o mesmo que Asuero - Ester 1:2 

Zacarias: (hebraico) Jeová se lembra ou Jeová se lembrou - Esdras 5:1 

Zaqueu: (hebraico) puro - Lucas 19:2 

Zorobabel: (hebraico) nascido em Babilônia - Esdras 3:8